Pages Navigation Menu

Penso, logo duvido.

Most Recent Articles

Será?

Por que lançar mais um blog na rede virtual já saturada de informação? O que acrescentar a este alucinado bombardeio de dados, notícias e informações que circulam e inundam o planeta?

Read More

Abundância: o discurso misericordioso de magnânimos, ardilosos e benevolentes – Fernando Dourado

“Puxa, cara, estou genuinamente sentido por você. Nunca tive ilusão de que não estávamos em lados opostos do espectro político. Sempre soube que sim. Menos mal que isso quase nunca abalou nossa amizade.

Read More

Polarização e fragmentação política – Editorial

A pouco mais de duas semanas das eleições presidenciais, as pesquisas eleitorais mostram uma clara polarização política entre duas tendências extremas – o bolsonarismo e o lulismo – que pode levar a uma disputa do segundo turno entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, ambos com alta taxa de rejeição.

Read More

Hebdomadário da Corte XXXII – Luciano Oliveira

Acho que faltou no “hebdô” da semana passada um post-scriptumendereçado ao leitor que me sugeriu escrever sobre legalidade e legitimidade. Escrevo-o agora, me valendo outra vez do pensamento de Claude Lefort – do qual tenho me servido nessas reflexões sobre democracia.

Read More

É Tarde Demais? – Elimar Pinheiro do Nascimento

Estamos prestes a enterrar a democracia, a desfazer o legado da luta contra o regime militar, a jogar fora a constituição cidadã. Adentramos o esforço de destruir a política, pois o sentimento predominante é de indignação e ódio contra as instituições democráticas, contra o Parlamento…

Read More

Bachianas Brasileiras nº 5 de Villa-Lobos, um clássico dos trópicos – Frederico Toscano

Incrivelmente prolífico, o carioca Heitor Villa-Lobos (1887-1959) era um personagem exuberante, tendo alcançado o status de maior compositor na música clássica brasileira.

Read More

Hebdomadário da Corte XXXI – Luciano Oliveira

Um dos meus cinco leitores sugeriu-me que abordasse nessa série de reflexões sobre a democracia a distinção entre legalidade e legitimidade. Como se sabe (todo estudante de direito aprende isso logo nas primeiras aulas), nem tudo que é legal é legítimo, e nem tudo que é legítimo é legal.

Read More

Escola das facas – Luiz Otavio Cavalcanti

Em 1980, o poeta João Cabral de Melo Neto publicou livro no qual consta o poema A Escola das Facas. O poema começa assim…

Read More

Estado e Desigualdade – Jorge Jatobá

A desigualdade é, de longa data, um estigma brasileiro. Somos o quinto país mais desigual do mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). O Estado que   concebe e executa, bem ou mal, políticas para reduzi-la, tem, todavia, também contribuído para ampliá-la.

Read More

A miséria da política – Sergio C. Buarque

Que país desgraçado é este – social e politicamente -no qual os candidatos disputam o voto prometendo conceder favores e benefícios individuais aos eleitores, e não medidas para o desenvolvimento nacional? Socialmente, porque persistem as carências que levam o eleitor a conceder seu voto aos seus benfeitores…

Read More

A carta da falsificação – Editorial

De uma cela na Polícia Federal, onde está preso, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva não perde a oportunidade de falsificar a realidade e desqualificar as instituições democráticas do Brasil.

Read More

Hebdomadário da Corte XXX – Luciano Oliveira

A democracia como um regime que acolhe a legitimidade do debate sobre o legítimo e o ilegítimo é um mote tantas vezes repetido na obra de Claude Lefort que o nosso José Guilherme Merquior, num livro sobre o marxismo ocidental, o qualificou de “prolixo”.

Read More

E agora, de repente, a ONU manda no Brasil? – Helga Hoffmann

Porque será que o Comitê de Direitos Humanos da ONU lembrou que esta semana era de registro de candidaturas presidenciais no Brasil? A ONU, depois de vários anos de esforço e muitas reuniões em que se envolveu o Enviado Especial da ONU para a Síria, o ítalo-sueco Staffan de Mistura…

Read More

Uma sociedade pedinte – Teresa Sales

Além da indignação contra o descaso dos governos, que são a causa primeira da destruição de um de nossos mais valiosos patrimônios culturais, o que mais acrescentar?

Read More

Desventuras Náuticas – Clemente Rosas

Volto a falar do mar porque agora, em regresso definitivo à minha querência, eu o tenho por companhia permanente, e na primeira luz dos dias já posso conferir, de minha varanda, seu brilho, sua cor e seus humores.  Na verdade, tenho convivido com ele desde a mais tenra infância. 

Read More